fbpx

Quais são os sinais e sintomas do câncer no rim?

23 de março de 2021 por Luiza D'Ajuda0
quais-sao-os-sinais-e-sintomas-do-cancer-no-rim.png

Mesmo não estando dentre os tumores malignos mais recorrentes, o câncer no rim acomete milhares de pessoas e precisa ser levantado como pauta com o objetivo de mostrar quais são seus possíveis sintomas, tratamentos e informações que possam auxiliar na investigação dessa neoplasia.

Diariamente, os rins costumam filtrar entre 120 e 150 litros de sangue, ⅕ do sangue a cada minuto, tudo isso para produzir cerca de 1 a 2 litros de urina, “apenas”.

Mas essa não é a única função desse órgão, que trabalha em dupla, eles também são essenciais para equilibrar os sais e a água do corpo, sendo de extrema importância para a eliminação de substâncias que foram metabolizadas pelo organismo.

O equilíbrio fisiológico também se dá através do controle da composição do sangue, que possui diferentes sais orgânicos que desempenham a função osmótica. Isso só acontece porque existe a eliminação, através da urina, dos excessos e de substâncias nocivas, tais como: amônia, uréia e ácido úrico.

Dentre as funções que os rins desempenham no corpo humano, podemos destacar:

  • Manutenção do equilíbrio de eletrólitos no corpo (sódio, potássio, cálcio, magnésio, fósforo, bicarbonato etc);
  • Regulação do equilíbrio ácido-básico, mantendo o pH sanguíneo constante;
  • Excreção de substâncias exógenas, como medicamentos;
  • Produção de hormônios, como aldosterona e prostaglandinas.

Causas, sinais e sintomas do câncer no rim

Mesmo que as causas dessa neoplasia ainda sejam um tanto quanto desconhecidas, existem alguns fatores que podem contribuir para que o câncer surja no organismo.

Muitos deles você já deve ter ouvido falar, mas vale a pena relembrar para que fique cada vez mais claro o valor da prevenção.

Além disso, é preciso ter atenção redobrada quando sinais e sintomas começarem a aparecer, visto que esse tipo de neoplasia tende a ser mais silenciosa que algumas outras, por se tratar de um órgão mais profundo.

Possíveis causas do câncer no rim

O tabagismo está entre os fatores de risco mais fortes não só para esse tipo de câncer, ou seja, chegou o momento de olhar para esse vício com mais atenção e colocar um prazo para que chegue ao fim.

O contato com alguns materiais de indústrias também merece destaque, mesmo que eles sejam bastante específicos. São eles: cádmio, asbestos, chumbo e hidrocarbonetos aromáticos.

Também é necessário falar sobre a Doença de Von Hippel-Lindau, mesmo que ela seja uma condição genética rara, que se caracteriza pela formação de tumores com muita vascularização em várias partes diferentes do corpo.

E, além desses, também temos: pacientes que precisam de hemodiálise, pessoas com obesidade, hipertensão, histórico familiar e gênero, pois o câncer no rim costuma acometer mais homens do que mulheres. 

Sinais e sintomas do câncer no rim

Abaixo, separamos alguns detalhes que podem (e devem) ser observados para que um médico seja procurado o quanto antes, a fim de realizar um diagnóstico preciso. 

  • Dores na região lombar

Por ser um órgão situado próximo à coluna e na parte mais profunda do abdômen, com o crescimento de um tumor pode existir uma pressão contra as raízes nervosas da região lombar, tornando-se uma queixa de cerca de 40% dos casos. 

  • Aumento do volume abdominal

Pois grandes massas tumorais podem estar presente nos órgãos do abdômen.

  • Presença de sangue na urina

Que acontece como resultado do rompimento de vasos sanguíneos no interior da massa tumoral. Chega a acontecer entre 40 a 50% dos pacientes.

  • Diminuição do apetite e perda de peso

Ocorre, geralmente, em pessoas que possuem tumores mais avançados, cerca de 30% dos pacientes.

Além desses, também podemos citar:

  • Cansaço;
  • Anemia;
  • Palidez;
  • Febre;
  • Inchaço das pernas, quando ocorre invasão dos linfonodos;
  • Falta de ar e tosse, sintomas frequentes nos casos de disseminação para os pulmões;
  • Dores ósseas ou fraturas, associadas a metástases ósseas;
  • Dor de cabeça, tontura, visão dupla e perda da força muscular de um dos lados do corpo, sintomas que sugerem comprometimento cerebral;
  • Caroço na lateral ou na parte inferior das costas.

Lembrando que esses são alguns dos sinais e sintomas que também podem estar presentes em outras doenças. Ou seja, é necessário um aprofundamento para que os exames necessários sejam solicitados. 

Diagnóstico e exames para detecção do câncer no rim

Inicialmente, é preciso esclarecer que apenas um médico especialista poderá indicar os exames necessários para o diagnóstico da neoplasia

Cada paciente precisa ser analisado de maneira individualizada, de acordo com o seu estado de saúde, histórico familiar e demais comorbidades. 

Geralmente, os diagnósticos acontecem com a realização de algum tipo de exame por imagem, onde, muitas vezes, o paciente é pego de “surpresa” com algum nódulo no rim.

Não deixe que isso aconteça! Mantenha suas consultas de rotina e os exames solicitados sempre em dia, afinal, descobrindo o quanto antes, as chances de sucesso no tratamento se tornam ainda maiores. 

Dentre os exames em caso de suspeita podemos destacar para os casos que possuem menos risco (de acordo com os fatores descritos acima no texto):

  • Exame de urina, que pode detectar a presença de sangue.
  • Exames laboratoriais, não muito específicos, mas podem dar sinais de possíveis problemas renais.
  • Hemograma completo, que mostra resultados frequentemente alterados em casos de câncer no rim. Isso porque ele produz um hormônio (eritropoietina) que faz com que a medula óssea fabrique mais glóbulos vermelhos.
  • Bioquímica sanguínea (geralmente, realizado em pacientes já diagnosticados), que pode encontrar elevados níveis de enzimas do fígado (razões ainda desconhecidas para tal), além de aumento do nível de cálcio no sangue, o que pode indicar que o câncer se disseminou para os ossos.

E, para casos em que a pessoa tem altas chances de um diagnóstico positivo, indica-se:

  • Ultrassom.
  • Tomografia computadorizada, em caso de presença de nódulo ou massa renal.
  • Ressonância magnética, capaz de analisar alterações vasculares e até mesmo cistos renais mais complexos.

Caso algum membro da família já tenha sido acometido por esse tipo de câncer, principalmente quando jovem, é necessário avisar ao médico. Bem como nos casos da Doença de Von Hippel-Lindau, pois pode ser considerada uma análise das condições genéticas.

Quer agendar uma consulta? Clique no banner abaixo e você será direcionado para um pequeno formulário:

Repassando o que vimos neste post

  • Funções que os rins desempenham no corpo humano;
  • Possíveis causas do câncer no rim;
  • Sinais e sintomas da neoplasia;
  • Exames que podem ser solicitados pelo médico a fim de diagnosticar o câncer no rim.Quais são os sinais e sintomas do câncer no rim? 

Fontes: 

https://hubrasilia.com.br/index.php/noticias/264-rins/

https://drauziovarella.uol.com.br/corpo-humano/rim/

https://www.hospitalsiriolibanes.org.br/hospital/especialidades/nucleo-avancado-urologia/Paginas/cancer-rim.aspx

http://www.oncoguia.org.br/conteudo/sinais-e-sintomas-do-cancer-de-rim/1805/240/

Luiza D'Ajuda

Luiza D'Ajuda

Relacionamento CON


Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. * Campos obrigatórios


CON - Oncologia, Hematologia e Centro de Infusão - Todos os direitos reservados Copyright 2020