fbpx

Principais perguntas durante uma consulta médica

14 de janeiro de 2021 0
principais-perguntas-durante-uma-consulta-medica-2.png

A hora da consulta médica é sempre coberta de muitas questões, que aparecem antes, durante e, principalmente, depois. Isso acarreta em dúvidas e no famoso “o que eu poderia ter dito e/ou perguntado naquele momento”.

Sendo assim, muitos pacientes, seja pelo nervosismo, pressa ou receio, tendem a voltar para casa carregando inúmeras dúvidas a respeito de uma doença, tratamento ou até mesmo sobre a sua qualidade de vida.

Pensando nisso, trouxemos algumas perguntas básicas, outras nem tanto, para auxiliar em uma “listinha” na hora da visita ao médico, seja ela de rotina ou não. 

Como estamos falando com um enorme número de pessoas, aconselhamos a adaptar este conteúdo à sua realidade e absorver dele aquilo que realmente necessita. 

Minha consulta médica é amanhã, o que devo fazer?

Bem, para começarmos a introduzir algumas perguntas, resolvemos dar uma prévia da preparação para a sua ida ao médico. 

Verifique a sua agenda corretamente, o dia, horário e endereço da consulta. Precisa estar de jejum? Levar algum exame anterior? Ir com a bexiga cheia? Levar acompanhante? Tenha todas as informações previamente e esteja preparado(a).

Separe documentos, carteirinha do plano de saúde, cartões ou dinheiro em espécie (caso seja uma consulta particular). Deixe tudo à vista para não esquecer de nada. 

Caso não tenha carro ou alguém para lhe levar, agende uma corrida através de aplicativos de mobilidade, pois assim não correrá o risco de se atrasar. Seja pontual!

Feito tudo isso, que tal anotar suas principais dúvidas em um bloco de notas, seja no celular ou de forma física? Isso irá auxiliar a não esquecer nem uma delas. 

Como o diagnóstico vai impactar a minha vida a partir de agora?

Por que você deve fazer essa pergunta: o diagnóstico de câncer irá trazer algumas alterações na sua rotina, gerando a necessidade de realizar ajustes durante o processo de restabelecimento da saúde.

Por isso, converse com o seu médico oncologista sobre quais serão os efeitos do tratamento na sua vida (profissional, social, familiar e sexual).  

Entender quais serão as primeiras mudanças após o diagnóstico é um passo fundamental para manter a qualidade de vida ao longo do tratamento

 

Um caso comum que podemos citar é que muitas mulheres acabam perdendo a libido e a autoestima durante o tratamento de câncer de mama, por exemplo. Porém, é importante manter uma vida sexual ativa para reduzir o estresse gerado pelo tratamento, manter o bem-estar e muito mais!

Essa é apenas uma orientação entre outras que você deverá receber em relação ao processo de restabelecimento da saúde. Aproveite e acesse mais informações agora: Estou com câncer, e agora?.  

Outros exames serão necessários antes de decidirmos sobre o tratamento?

Obviamente, cada caso é um caso. Mas essa pergunta é essencial para saber se há a necessidade de se aprofundar no que está acontecendo no organismo. 

Novos e outros exames podem garantir uma análise mais minuciosa antes que qualquer decisão de tratamento seja tomada, viabilizando alternativas mais eficazes ou até mesmo menos invasivas, por exemplo. 

Qual tratamento sugere e qual é o seu objetivo? Existem outras opções?

Quando o assunto é câncer, é provável que a palavra que venha à mente seja quimioterapia. Porém, o tratamento a ser adotado varia de acordo com o diagnóstico realizado.

Ou seja, o médico oncologista pode indicar a realização de uma cirurgia, radioterapia, quimioterapia ou até mesmo um transplante. Em muitas situações, podem ser combinados diferentes tratamentos para o restabelecimento da saúde.

Por isso, é importante entender com o profissional quais são os protocolos sugeridos para o seu caso, qual é a melhor forma de se preparar para cada etapa, qual é o objetivo de cada fase e se há outras opções que podem ser adotadas.

Quanto mais informações, melhor! Concorda? Por isso, preparamos um guia completo sobre a quimioterapia para que você saiba mais sobre o tratamento: https://guiasdetratamento.con.com.br/guia-de-quimioterapia/

O plano de saúde cobre esse tipo de tratamento? E o SUS? Qual é o valor caso não exista suporte?

Super importante é saber como serão os gastos com o tratamento, isso faz com que haja um maior planejamento financeiro em casa, de acordo com as necessidades impostas na próxima fase.

Existirão vários exames constantes, inclusive, que o plano não cobre? Aposte no SUS! Não deu também? Faça uma pequena poupança para imprevistos e verifique também a possibilidade do saque do FGTS.

Na fase sintomática de neoplasias, o trabalhador cadastrado nesse regime ou que tenha algum dependente em tal situação, pode fazer a retirada do dinheiro guardado. É lei!

Inclusive, fizemos um post exatamente sobre os direitos da pessoa com câncer. E você poderá conferir como a legislação resguarda esses casos.  

Quais são os prováveis efeitos colaterais e como devo me preparar para isso? Pode falar sobre os prós e contras?

Muitos tratamentos de câncer causam alguns efeitos colaterais, como enjoo, queda de cabelo e falta de libido, por exemplo. 

Ter uma noção de tudo o que pode acontecer, o que varia de acordo com cada organismo, claro, faz com que exista uma pequena preparação, como dietas especiais indicadas por nutricionistas, tratamentos alternativos, dentre outros. 

Esclarecer quais são os prós e contras do tratamento, além de ter consciência do que poderá acontecer no decorrer do mesmo, auxiliando na diminuição das expectativas negativas.

Quais serão as próximas etapas do tratamento? Ele é apenas para controle dos sintomas ou para cura?

Um tratamento tende a passar por diferentes ciclos, desde o primeiro dia até o último. Sendo assim, irão existir diferentes momentos para o organismo do paciente, até mesmo de forma psicológica. 

Ao se ter uma base sobre essas etapas, será possível compreender um pouco melhor essas fases. Além disso, ao entender sobre o controle de sintomas, suas análises ao longo do período poderão ser mais efetivas, visualizando e sentindo o progresso e passando de forma fluida pelos meses seguintes. 

Não deixe de fazer todas as perguntas necessárias ao médico durante uma consulta. Você precisa de informações de uma fonte confiável para entender o que está acontecendo com o seu corpo, e apenas a pessoa responsável pelo seu caso poderá sanar as suas dúvidas.

No CON você encontra diferentes tipos de especialidade no setor de oncologia e hematologia, favorecendo o restabelecimento da saúde através de uma dinâmica que visa um atendimento humanizado e com serviços de cuidados clínicos integrados – SCCI.. 

Agende uma consulta clicando no banner abaixo:

 

Repassando o que vimos neste post 

 

  • A hora da consulta médica é sempre coberta de muitas questões, que aparecem antes, durante e, principalmente, depois;
  • Seja pelo nervosismo, pressa ou receio, é comum voltar para casa carregando inúmeras dúvidas a respeito de uma doença ou tratamento, por exemplo;
  • Por isso, separamos algumas perguntas que podem ser úteis para a sua próxima consulta médica. Confira:
    • Como o diagnóstico vai impactar a minha vida a partir de agora?
    • Outros exames serão necessários antes de decidirmos sobre o tratamento?
    • Qual tratamento sugere e qual é o seu objetivo? Existem outras opções?
    • O plano de saúde cobre esse tipo de tratamento? E o SUS? Qual é o valor caso não exista suporte?
    • Quais são os prováveis efeitos colaterais e como devo me preparar para isso? Pode falar sobre os prós e contras?
    • Quais serão as próximas etapas do tratamento? Ele é apenas para controle dos sintomas ou para cura?

No CON você encontra diferentes tipos de especialidade no setor de oncologia e hematologia, favorecendo o restabelecimento da saúde através de uma dinâmica que visa um atendimento humanizado e multidisciplinar. Agende a sua consulta!


Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. * Campos obrigatórios


O CON faz parte da:

CON - Oncologia, Hematologia e Centro de Infusão - Todos os direitos reservados Copyright 2021