fbpx

Maio Cinza: conheça o câncer de cérebro e como identificá-lo

10 de maio de 2022
maio-cinza-conheca-o-cancer-de-cerebro-e-como-identifica-lo-1.jpg?time=1653477582

O Maio Cinza é uma campanha anual de conscientização do câncer de cérebro, com o objetivo principal de esclarecer a importância de sua detecção precoce. Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), em publicação no Atlas de Mortalidade por Câncer de 2020, houve 9.355 mortes por esse câncer no país e há uma estimativa de 11.090 novos casos.

Uma vez que os tumores iniciados no cérebro ou na medula espinhal, áreas que compõem o Sistema Nervoso Central (SNC), devem-se ao crescimento de células anormais nos tecidos dessa região, eles raramente são considerados benignos. Existe ainda uma classificação entre eles: 

  •  Primários: quando sua origem ocorre nas células do Sistema Nervoso Central (SNC);
  • Secundários: por metástase oriunda de outro órgão acometido, principalmente pulmão e mamas, sendo esta a forma mais comum.

Em geral, esses tipos de neoplasias são diagnosticados devido aos sintomas apresentados. Por isso é tão importante conhecê-los e identificá-los em sua fase inicial para dar ao paciente maiores chances de tratamento. 

Principais sintomas dos tumores cerebrais e da medula espinhal

Os sintomas desses cânceres são diversos e, ao mesmo tempo, específicos. Isso acontece porque o cérebro fica dentro de uma caixa de ossos que não se expande, portanto seu aumento em qualquer parte pode gerar uma hipertensão intracraniana. Alguns dos sinais mais comuns e que devem ser verificados são:

  • Dores de cabeça com alarmes, como as persistentes; novas; com piora de intensidade ou aumento de frequência; ou quando ela é fixa e tende a ser sempre no mesmo local.
  • Crises convulsivas, sobretudo quando acontece pela primeira vez ou sem um diagnóstico anterior de epilepsia.
  • Alterações percebidas em atividades neurológicas, como problemas de equilíbrio, de visão ou na audição; mudanças na personalidade ou no comportamento (apatia, agitação, agressividade que não eram anteriormente percebidas); além de redução nas habilidades intelectuais.
  • Além de náuseas, vômitos, dormências ou formigamentos (nos braços ou pernas, por exemplo).

Aqui, alertamos para o fato de que esses sintomas dependerão da área do órgão afetada, visto que tumores no cérebro ou na medula espinhal muitas vezes causam disfunções específicas do local onde se desenvolvem.

O que pode causar câncer no cérebro?

Sabe-se que cânceres do sistema nervoso central são doenças multifatoriais, cujo surgimento deve-se à soma de possíveis alterações genéticas adquiridas durante a vida, por predisposição ou exposição, ou mesmo de forma hereditária. Suas causas ainda são bastante estudadas, mas cientificamente só é possível afirmar dois fatores de risco que aumentam as chances do surgimento desses tumores nos órgãos:

  • Exposição à radiação ionizante, com no caso de profissionais que lidam com raio-X, pessoas que realizam radioterapia ou muitos exames com radiação (como a tomografia);
  • Insuficiência no sistema imunológico causada pelo vírus HIV ou em decorrência do uso de medicamentos ou drogas que possam suprimir funções do sistema imunológico.

Principais tipos de tratamento para o câncer cerebral e no SNC

É importante dizer que alguns tumores no cérebro podem ser retirados através de cirurgia, outros não. Nesse último caso, o tratamento terá enfoque em retardar seu crescimento e aliviar os sintomas, reduzindo-o junto a qualquer inchaço.

O tratamento dependerá da localização do tumor, do tipo, bem como de seu grau de avanço. Após a detecção, o tratamento iniciará com um procedimento neurocirúrgico para a sua extração ou a de fragmento de tecido que seguirá para uma biópsia. Para a realização do diagnóstico, a substância extraída é, então, examinada pelo médico patologista.

Todo o seguimento do tratamento será realizado pelo oncologista clínico, juntamente com outras especialidades médicas, como o neurocirurgião. Pela complexidade e visando o cuidado integral, outros profissionais da saúde também são envolvidos, como por exemplo: fisioterapeuta, enfermeiro, fonoaudiólogo e nutricionista.

 Fonte: INCA (Instituto Nacional de Câncer)

CON – Oncologia, Hematologia e Centro de Infusão no Rio de Janeiro

O corpo clínico do CON é formado por oncologistas e hematologistas, alinhados aos avanços científicos e tecnológicos disponíveis mundialmente, dentro dos preceitos éticos instituídos, proporcionando atendimento individualizado e humanizado aos pacientes com câncer.

Compondo a equipe de SCCI (serviços de cuidados clínicos integrados), contamos com enfermeiros, farmacêuticos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e fisioterapeutas, todos com formação especializada em oncologia, profissionais dedicados e altamente capacitados para o restabelecimento da saúde, com foco no bem-estar, na qualidade de vida e no acolhimento contínuo.

Atendemos nos bairros Barra da Tijuca e Botafogo, no Rio de Janeiro; São Francisco, em Niterói e no Centro, em São Gonçalo.

Clique aqui para agendar a sua consulta no CON ou ligue para a nossa Central de Atendimento (21) 3820-0068.

Se você é médico, encaminhe seu paciente!

O CON faz parte da:

CON - Oncologia, Hematologia e Centro de Infusão - Todos os direitos reservados Copyright 2021