como detectar câncer de mama

Câncer de mama: como detectar e seus primeiros sinais

No Especial CON Outubro Rosa, a Dra. Daniela Amaral, oncologista especialista em mama, tira suas dúvidas sobre os primeiros sinais de câncer de mama e como detectá-lo precocemente, em entrevista especial para o mês de conscientização do câncer de mama, o Outubro Rosa.

Assista à entrevista na íntegra e confira a matéria com dúvidas que você pode ter sobre o câncer de mama:

TIRE AGORA TODAS AS SUAS DÚVIDAS SOBRE CÂNCER DE MAMA

A partir de que idade deve-se fazer a mamografia?
Dra. Daniela Amaral: A partir dos 40 anos de idade, uma vez ao ano. O ideal é fazer a mamografia sempre no mesmo período.

Quem tem prótese mamária de silicone pode fazer a mamografia?
D.A: Não existe contraindicação quanto à mamografia para pessoas que possuem prótese mamária de silicone, mas é muito importante que você consulte o seu médico antes.

Pacientes que já tiveram câncer de mama são obrigados a fazer exames de rotina?
D.A: Sim. Principalmente para quem já teve o diagnóstico é muito importante fazer exames de rotina. Um dos fatores de risco para se ter câncer de mama é já ter tido. Recomendo que você procure seu médico para uma orientação melhor.

No CON há suporte psicológico para pacientes diagnosticadas com tumor de mama?
D.A: No CON temos todo o suporte, tanto psicológico quanto nutritivo. Nossos profissionais de enfermagem e equipe médica são preparados para lhe atender da melhor forma possível.

Após o diagnóstico precoce, quais as chances de cura do câncer de mama?
D.A: O quanto antes realizado o exame, maiores as chances de cura.

A mulher que teve câncer de mama pode amamentar?
D.A: Durante o tratamento não é recomendado, mas após o tratamento sim. É recomendado consultar seu médico para tirar maiores dúvidas.

Em quais casos é recomendada a cirurgia de mastectomia?
D.A: O cirurgião irá fazer a análise do tumor, que dirá se há a necessidade ou não da mastectomia. Recomendo que você procure o seu médico para esclarecer melhor.

A paciente pode fazer a reconstrução de mama após a mastectomia depois de quanto tempo?
D.A: A reconstrução deve ser conversada com seu médico, pois ela pode ser feita no momento da cirurgia ou após.

Mulheres tratadas podem engravidar após o câncer de mama?
D.A: Boa parte das pacientes com idade mais jovem vão voltar à sua fertilidade normal e vão poder engravidar normalmente.

Em qual momento deve-se colocar o expansor mamário?
D.A: Pode ser feito no momento da mastectomia ou em um momento após. É aconselhado conversar com seu médico sobre o melhor momento de colocar o expansor de mama.

Como é o dia a dia das pacientes em relação à autoestima com a mastectomia e a perda de cabelos durante a quimioterapia?
D.A: Os nossos profissionais de enfermagem e equipe médica estão preparados para melhor atendê-los e fazer um acompanhamento psicológico.

Como é feito o controle do câncer de mama após os ciclos de quimioterapia?
D.A: O principal é realizar a mamografia anual. Em algum casos é pedido um marcador tumoral ou mais. O seu médico será fundamental em lhe aconselhar no pós-tratamento.

Toda paciente com diagnóstico de câncer de mama vai ser submetida à mastectomia total?
D.A: Em algum casos é necessário fazer mastectomia radical, mas em outros casos apenas uma cirurgia conservadora é realizada – que é a retirada apenas de parte da mama (segmento ou quadrante). Recomendo que você procure o seu médico.

O tratamento do câncer de mama pode interferir na vida sexual?
D.A: As mulheres podem e devem manter sua vida sexual ativa durante o tratamento.

O uso de Tamoxifeno pode causar um outro câncer?
D.A: Qualquer droga pode ter um efeito adverso no paciente. Deve-se ter um acompanhamento com seu médico, pois há um pequeno risco, mas não relevante.

Câncer de mama tem cura?
D.A: Sim, mas os casos devem ser avaliados individualmente.

Quem tem displasia mamária tem risco de câncer de mama ?
D.A: A displasia mamária é uma patologia benigna, devendo ser acompanhada pelo mastologista ou ginecologista. As mulheres que possuem displasia mamária possuem o mesmo risco de desenvolver câncer que as demais.

Queimação nos mamilos pode ser câncer de mama?
D.A: É preciso ter atenção a qualquer desconforto, alteração ou dor nos mamilos ou aspecto da pele. A mama é uma região muito sensível e isso não indica doença, porém, é sempre importante ficar atenta a sinais de alerta e alteração na textura e cor da pele, aparecimento de nódulos, retração do mamilo, saída de secreção sanguinolenta ou semelhante à água. Recomendo que você procure o seu médico ao persistir esses sinais.

Tem mais alguma dúvida sobre câncer de mama? Escreva agora mesmo nos comentário que respondemos o mais rápido possível.

Quer saber mais dicas e orientações para pacientes com câncer, leia nosso conteúdo sobre os direitos do paciente com câncer.